fbpx

6 Coisas Que Não Podem Faltar em um Restaurante Japonês

A comida japonesa é adorada pelos paladares de pessoas do mundo todo. Por isso, um restaurante japonês é uma opção de negócio lucrativa, ideal para quem é amante da culinária e quer empreender. 

Por ser tão apreciada pelas pessoas e cheio de riquezas inclusive históricas, a culinária japonesa foi incluída pela Unesco na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade em dezembro de 2013. 

Inclusive antes mesmo de criar sua identidade própria na culinária, por muito tempo eles se basearam na chinesa. E para quem acha um tanto estranho a grande quantidade de peixe e frutos do mar, é explicável por eles terem certa escassez de comida e estarem cercados por oceanos. 

Dessa forma, assim como em qualquer coisa, sofreu algumas influências de outros países e acabou incluindo mais algumas coisas nos pratos. 

E se pensa que abrir um restaurante japonês no Brasil pode não ser a melhor ideia, se engana e muito. Segundo uma pesquisa realizada pelo Groupon, depois do churrasco o sushi é o prato preferido dos brasileiros. 

Então, vem conhecer um pouco mais dessa culinária com alguns pratos e coisas que não podem faltar em seu restaurante.

O que não pode faltar em seu restaurante japonês?

1. Sushi

Essa típica comida japonesa muito conhecida, é um bolinho de arroz enrolado em uma alga. Já em seu interior os ingredientes são variados, dentre todos eles frutos do mar, peixes e alguns vegetais. 

Além disso, você deve ter noção que existe uma grande variedade de sushis. Então eles podem acabar ganhando outros nomes, por isso é importante estudar suas variedades e os de maior saída. 

2. Hot Roll

Uma espécie de sushi empanado e frito para ser consumido quente. É feito com alga, arroz e salmão, mas no Brasil também ganha um toque de cream cheese.

Assim, o hot holl ingressou muito fácil no cardápio de restaurante japonês, mas vale lembrar que esse modelo é uma invenção brasileira. Mas, independente da origem, vale a pena ter em seu cardápio.

3. Sashimi

Esse prato traz tiras de peixe cru, geralmente os escolhidos são salmão ou atum. Diferente dos pratos acima, não é consumido com arroz. 

Mas, pode vir a ser acompanhado por algas, molho shoyu e wasabi.

4. Tempurá

Com origem portuguesa, a tempura se tornou um prato bem clássico de restaurante japonês. Essa iguaria é feita de massa fluida, feita à base de farinha de trigo e depois frita. 

Assim, ela normalmente é composta a base de legumes como cenoura, abóbora, berinjela, repolho, brócolis ou frutos do mar. 

Mas, um fato é que independente do recheio o tempurá vem acompanhado de algum molho. 

5. Temaki

Essa é uma atração que vem ganhando muito público, inclusive estabelecimentos especializados nele. É um cone feito de algas secas cheio de arroz e outros recheios. 

Entretanto, os mais comuns são atum, pepino, kani e salmão cru grelhado. E para acompanhar um molho shoyu.

6. Guioza

Essa é uma comida japonesa frita, cozida, grelhada ou no vapor. Assim, é feito com uma massa bem fina no formato de pequenos pastéis com recheio de carne de proco moída e legumes. 

O guioza geralmente é servido com molho shoyu.

Arrumando a mesa

A decoração da mesa de um restaurante japonês é bem importante, assim, a primeira dica é ter um jogo americano de bambu, um material muito usado pelos japoneses. 

Assim, no centro dele você coloca o prato para sushi, em frente ao prato vai a molheira para colocar o shoyu. Depois, ao lado do prato só deixar os hashi.

restaurante japonês

Na hora de preparar a comida

Para preparar sushis e temakis é ideal que tenha um faca para sushi, do tamanho e afiação ideia para cortar as peças. 

Já para arrumar as peças para servir o ideal é investir em uma bandeja ou travessa para sushi. Além dessa, as barcas também dão um charme bem especial na hora de servir as comidas a seus convidados.

Já na parte mais pratica de preparação dos alimentos precisará contar com uma listinha que leva:

  • Conjunto de facas para sushi;
  • Pedra afiadora de faca;
  • Pinça;
  • Esteira;
  • Shamoji;
  • Tábua de corte.

Sistema para restaurante japonês

Para conseguir ter um atendimento de qualidade é preciso investir em uma boa tecnologia para conseguir atender grande número de clientes.

Dessa forma, os processo são otimizados por os pedidos irem direto para a cozinha e posteriormente direcionado para tela de entregas. 

Assim, consegue acompanhar o status de cada pedido e ver como está o andamento.

Tudo isso é possível com o GrandChef, um sistema de gestão totalmente integrado com delivery online especializado em estabelecimentos do ramo alimentício.

Além disso, você cria um site de delivery próprio para seu restaurante completamente personalizado com sua marca e preferências.

Ou seja, o cliente consegue perceber a identidade visual de sua marca desde o momento que olha o cardápio até o pedido. 

Logo, o site do seu restaurante japonês se comporta como um aplicativo no celular do usuário tornando o processo mais rápido e prático. Além de, poder compartilhar o link pelas redes sociais.

Não perca mais tempo, baixe o GrandChef agora gratuitamente e comprove as maravilhas do sistema de delivery e que ele traz a sua gestão.

restaurante japonês

Descubra como é ter seu restaurante na palma de sua mão de qualquer lugar em que estiver.

Julianna Giacobbo

Formada em letras pela UNESPAR, apaixonada por livros, café e escrita. Redatora no Sistema GrandChef, buscando sempre trazer conteúdos relevantes a donos de bares, restaurantes e similares. Aspirante a escritora, sempre disposta a aprender coisas novas.

Deixe uma resposta

Separamos as melhores dicas para você

Preencha e receba dicas de empreendedorismo, gestão financeira, estoque, tecnologia e muito mais para poupar dinheiro e triplicar as vendas.

%d blogueiros gostam disto: