Como Fazer Plano de Contas do Restaurante?

Muitos gestores tem como um fator de preocupação as finanças, elas parecem imprevisíveis e preocupam muito. Por isso vamos te mostrar como fazer um plano de contas pode te ajudar. 

Um plano de contas não é somente mais um relatório, ele é uma forma de organizar e propor uma visão melhor e mais ampla do negócio. 

E antes de sentar e começar a tentar realizar isso, é preciso seguir um primeiro passo, se organizar e padronizar as contas. 

Assim, escolha um modelo que mais se adeque a realidade vivida no momento e comece a organizar as contas. 

Afinal, é o plano de contas do restaurante que irá organizar e categorizar as informações econômico-financeiras. 

Portanto, se está pensando em organizar as finanças de seu restaurante e quer saber mais sobre isso, segue com a gente que vamos te explicar.

O que é um plano de contas?

O plano de contas é um conjunto de contas que representam os eventos e movimentações econômicas e financeiras que acontecem nas operações de uma empresa. 

Assim, o objetivo é nortear os trabalhos contábeis de registro de operações. 

Além disso, o plano também norteia a elaboração de demonstrações contábeis e as informações financeiras do restaurante. Como: demonstrativo de resultado de exercício (DRE), demonstrativo de fluxo de caixa e mais. 

O plano de contas também é utilizado para elaboração de orçamento empresarial, que pode ser a chave para você ter seu restaurante na sua mão. 

Isso porque com ele você consegue ter as metas de orçamento, e com a boa organização é possível acompanhar certo o que de fato é realizado a cada mês.

Inclusive pode descobrir que o que realmente ocorreu não vai de acordo com o que estava planejado. 

Estrutura ideal de um plano de contas para restaurante

A estrutura base para montá-lo não vai muito, mas pode ser personalizada por você para se adequar melhor. 

Ele deve se adequar a sua gestão e necessidades, é comum inclusive que esses planos começam simples e evoluam com o tempo. 

Entretanto, é fundamental que ele atenda pelo menos a quatro grande grupos, que falaremos logo abaixo:

Ativos

As contas ativas são bens não palpáveis da empresa, ou seja representam contas que fazem parte do patrimônio do restaurante. 

Como: empréstimos, investimentos e créditos. 

Ativo circulante

São bens e direitos realizados em um prazo inferior ao ciclo operacional. Ou que não tenham ultrapassado doze meses da data do balanço. 

Ativo não circulante

São os bens e direitos realizáveis em um prazo superior ao ciclo operacional. Ou que tenha ultrapassado doze meses após a data do balanço. 

Como: Investimentos, lucro imobilizado, intangível e realizável a longo prazo.

plano de contas

Passivos

Os passivos representam as contas, aquelas devedoras e que são obrigação. 

As contas que se encaixam dentro desta categorias, são as pagas a terceiros, como fornecedores de materiais e empréstimos. 

Assim, em muitos casos as contas ativas acabam entrando também nas passivas. Quando um bem é comprado, ele será ativo, e seu pagamento um passivo.

Custos

Representa o valor ligado diretamente a produção, a comercialização ou a prestação de serviços. 

Despesas

Como o próprio nome sugere, nas despesas se enquadram pagamentos a fornecedores, funcionários e compra de novos equipamentos. Ou seja, a documentação das contas passivas.

Receitas

Já nas receitas são todas as entradas que há no caixa do restaurante. Ou seja, representa todas as vendas de produtos.

Dicas de como fazer um plano de contas

O primeiro passo é fazer uma lista com todas as suas contas, é importante garantir que nenhuma fique de fora. 

A distribuição pode ser a sua escolha, dentro desses grandes grupos ou cada conta de acordo com a colocação que julgar importante. 

Definindo os grupos aos quais as contas se enquadram, é hora de determinar as nomenclaturas. Essa parte precisa de atenção, pois ela deve ser a mesma utilizada por todos envolvidos no processo. 

Assim, evita que as informações sejam confundidas e tenha desvios.  Agora, para fazer isso tudo da melhor forma possível, é mais fácil utilizar um software de gestão. 

Como é o caso do GrandChef, ele realiza os cálculos automaticamente de acordo com as vendas, e contas que tem a pagar e receber. 

Dessa forma, ele te passa todos os relatórios de financeiros atualizados sempre que precisar, contando com DRE, fluxo de caixa e muito mais. 

Logo, torna-se fácil organizar tudo e tendo todos os cálculos em dia sem erros.

Portanto, tá esperando o que? Facilita sua gestão financeira, baixe agora o GrandChef gratuitamente e comprove. 

plano de contas

Além disso, ainda conta com toda uma gestão integrada para ajudar em outras áreas de seu restaurante. 

Como controle de estoque, comanda eletrônica, delivery, pagamento online, e muito mais. 

Não perde tempo. Venha descobrir como é ter seu restaurante na palma de sua mão de onde estiver.

About Julianna Giacobbo

Formada em letras pela UNESPAR, apaixonada por livros, café e escrita. Atualmente redatora na empresa GrandChef, sistema desenvolvido para bares restaurantes e similares. Aspirante a escritora, sempre disposta a aprender coisas novas.

Deixe uma resposta

Ainda não usa o GrandChef? Teste grátis por 30 dias!
Baixar agora
%d blogueiros gostam disto: