fbpx

Quais Tipos de Café não Podem Faltar em sua Cafeteria?

Uma paixão mundial é o café, uma das bebidas mais consumidas do planeta e inclusive do Brasil. Mas, o que poucos sabem é sobre os tipos de café, e quais são as preferências e indispensáveis. 

Assim, existem muitas outras coisas que não podem faltar em uma cafeteria para ela ter sucesso garantido, por isso separe algum tempinho para descobrir como alavancar seu negócio.

Será que a sua cafeteira está atendendo a todos esses requisitos? Será que não está acabando perdendo clientes por não servir todos os tipos de café essenciais. 

Afinal, por mais que trabalhe com outros produtos, o café ainda é o carro chefe de se café.

Então, se prepara que lá vem dicas, já pega seu papel e caneta, e vem ver como turbinar sua cafeteria. 

Tipos de café para servir

1. Café coado (famosos cafezinho)

Essa é, com certeza, a forma mais comum de se servir um café no Brasil. Ela vai sendo preparada na hora, em um coador de pano ou de papel. 

Famosos por ficar com o gosto mais concentrado, mostrando tudo que o cliente quer. Na maioria dos casos é adotado, mas não necessariamente isso seja uma regra, inclusive é legal ter opções sem adoçar e deixar o cliente decidir tomá-lo puro ou não. 

O cafezinho brasileiro costuma ser servido em uma xícara comum de café mesmo, e o importante é que esteja cheio do líquido. 

Ele deve ser servido quentinho, afinal é isso que o cliente espera de um café na hora. 

Uma boa dica para fazê-lo é deixar a água aquecer até borbulhar, desligar o fogo e esperar mais ou menos um minuto até coar-lo.

2. Café curto

O nome pode parecer estranho, mas ele é o queridíssimo café espresso. A única diferença é a quantidade que é servida da bebida, inclusive é um café bem encorpado por ter tão pouco tempo de contato com água.

Normalmente servido em uma xícara de porcelana, até razoavelmente grande, mas sua porcentagem de líquido dentro varia entre 25 e 35 ml.

Além disso, como o sabor do café curto é mais intenso, pode vir acompanhado de pequenos biscoitos doces.

3. Expresso brasileiro

Enquanto em outros países a quantidade de se servir um expresso é cerca de 30ml, no Brasil a coisa é um tanto maior, tendo a medida de 50ml. Isso acontece porque a gente é bem mais acostumado a consumir grande quantidade de café. 

O expresso barsileiro também é servido em uma xícara comum de café, mas preenchida até completar. 

E da mesma forma que o café curto o expresso tem um gosto bem mais forte, combinando perfeitamente com coisas mais doces, mas claro em quantidades maiores que as servidas com os curtos. 

tipos de café

4. Café americano

Outro tipo de café muito famoso é o americano, um café diluído em água quente, o nome como pode imaginar veio por ser muito comum nos Estados Unidos. 

Por lá os consumidores preferem uma bebida bem mais forte, já sua forma de servir varia de acordo com quem vai beber, quanto mais água levar, mais suave fica. 

A única regra que não pode deixar de seguir é a de a parte de água não poder ser maior que a de café.

5. Expresso Panna

Famosíssimo na Itália e que veio para o Brasil, lá é comum servir o café espresso com panna, uma espécie de leite fresco, que é batido na hora. 

Mas, aqui no Brasil, claro que rola uma adaptação, normalmente esse creme fresco feito é substituído por chantilly. E a bebida também chega a ser conhecida como expresso italiano.

6. Mocha

Também conhecido como mocaccino, o café mocha é um dos tipos de café que é uma variação bem mais requintada do cappuccino e é servido com leite e chocolate, ele é bem pedido e amado. 

Assim, quando se trata de sua montagem é feita com 50ml de café expresso, meia parte de calda de chocolate e uma medida de leite. Já na finalização e apresentação leva espuma de leite e pode haver também chocolate em pó.

7. Cappuccino tradicional em pó

Esse sim é amado por todos os brasileiros, inclusive adaptado no Brasil. é uma mistura instantânea que reúne café, leite, canela, baunilha e chocolate. Dessa forma, não precisa ter toda a técnica para preparar o Cappuccino Italiano e pode apreciar em qualquer lugar. 

Seu preparo é misturado bem rapidamente e então completar com mais 10g, e vai dissolvendo até ele ficar bem cremoso.

8. Caffe latte brasileiro

Esse café no Brasil ganha vários nomes e formas: o pingado, média ou cortado são algumas formas de estar servindo este café bem apreciado pelos brasileiros. Entretanto a quantidade de leite varia bastante. 

Nesse pingado a quantidade de café deve ser bem pequena, apenas para deixar a bebida na coloração caramelada.

Já na média as partes de café e leite devem ser iguais, já no cortado é o total inverso do pingado, apenas um pouco de leite  em uma xícara de café. 

Por mais que o indicado seja optar por xícaras de porcelana, as tradições devem ser levadas em conta e no Brasil ele é muito servido em copo americano. 

Além disso, o café é servido quente, mas não tanto como os expressos. E não esquece que a elite precisa ser fervida separadamente, mas com cuidado para não ferver demais.

Julianna Giacobbo

Formada em letras pela UNESPAR, apaixonada por livros, café e escrita. Redatora no Sistema GrandChef, buscando sempre trazer conteúdos relevantes a donos de bares, restaurantes e similares. Aspirante a escritora, sempre disposta a aprender coisas novas.

Deixe uma resposta

Separamos as melhores dicas para você

Preencha e receba dicas de empreendedorismo, gestão financeira, estoque, tecnologia e muito mais para poupar dinheiro e triplicar as vendas.

%d blogueiros gostam disto: