Saiba por que é importante ter o controle de seu estoque

Há vários elementos que são importantes para o bom funcionamento de uma empresa, e entre os principais está, sem dúvida, um eficiente controle de estoque.

Administrar um negócio, seja ele de pequeno ou de grande porte, não é uma tarefa simples, exigindo conhecimentos técnicos e experiências que contribuem para que os gestores encontrem as melhores soluções e consigam conduzir o dia a dia de modo eficaz. 

Assim como o atendimento ao cliente é uma das áreas mais importantes de uma empresa, justamente porque é a partir dela que se obtém os lucros, o controle de estoque entra em um dos pilares que mais merece atenção.

Afinal, uma administração falha pode trazer diversas dificuldades, como prejuízos que podem comprometer a saúde financeira de qualquer companhia. 

Dessa forma, é possível perceber o quanto um estoque bem gerenciado é fundamental para qualquer estabelecimento, e saber como conduzi-lo adequadamente pode ser uma das formas mais eficazes de otimizar o seu negócio. 

Se você já contratou até mesmo uma empresa de montagem industrial para garantir boas condições físicas para o seu estoque, as próximas etapas complementam esse processo, e devem ser conhecidas pelos responsáveis da área. 

Por isso, se você deseja entender melhor o que é ter um controle de estoque, quais são as ações necessárias para mantê-lo em bom funcionamento, as vantagens que isso traz e como fazer uma otimização do processo, siga na leitura deste conteúdo.

O que é controle de estoque?

O controle de estoque é composto por uma série de processos que visam administrar os produtos que são comercializados por uma empresa, com o intuito de torná-lo eficaz, evitando desperdícios ao mesmo tempo em que garante a disponibilidade dos itens. 

É importante frisar que um controle de estoque não se resume apenas em entrada ou saída de mercadorias, envolvendo uma série de ações que são essenciais para a efetividade da gestão.

Para empresas de alimentação, por exemplo, é essencial que os seus produtos estejam sempre dentro da validade, com um prazo adequado para a sua utilização. Em outros setores, o controle adequado da área pode ser indispensável para:

  • Compra e reposição de materiais;
  • Redução de perdas por danos ou roubos;
  • Otimização do espaço de armazenamento;
  • Adquirir quantidades com melhores condições de pagamento;
  • Entre outros pontos.

Assim como um software de gestão empresarial pode ajudar uma empresa a conduzir os seus departamentos de forma adequada, unificando informações e possibilitando uma visão geral do negócio, o controle de estoque torna o armazenamento de itens mais eficiente. 

Isso porque é possível saber o momento certo de adquirir produtos, repondo os materiais para que não falte o item que o cliente mais precisa no momento da compra. 

Além disso, ao controlar o estoque, é possível inibir ações prejudiciais, como os roubos de mercadoria ou mesmo os danos causados por um manuseio inadequado. 

Essa organização também influencia na otimização do espaço, de modo que os produtos são devidamente posicionados para que a área seja mais funcional e menos desorganizada. 

Por fim, ao administrar corretamente o seu estoque, é possível se programar para adquirir uma maior quantidade de produtos, conseguindo preços atrativos e condições de pagamentos mais vantajosas. 

Por que um controle de estoque é benéfico para a empresa?

A experiência adquirida na atuação de uma empresa dentro do mercado é importante para a construção de uma boa marca. 

É com o passar dos dias que os gestores de um estabelecimento vão formando o seu diagnostico organizacional, percebendo quais soluções e recursos devem ser implementados no negócio para que ele se torne cada vez mais produtivo e eficaz.

O controle de estoque entra nesse cenário por vários motivos, sendo responsável por trazer vantagens que tornam o seu processo indispensável para qualquer tipo de segmento. 

01. Redução de gastos desnecessários

Um estoque malconduzido pode ser responsável por produzir gastos desnecessários para um estabelecimento. 

Isso pode ser decorrente da falta de organização, ou mesmo do desconhecimento sobre a quantidade de um produto no local.

Ao administrar o estoque, a empresa consegue diminuir o volume de compras que eram feitas sem uma efetiva necessidade, economizando recursos e evitando desperdícios.

02. Avaliação sobre demanda

Quem trabalha na área sabe o quanto um sistema para supermercado é fundamental para conduzir a rotina do estabelecimento. 

Afinal, repor um produto com uma alta quantidade de vendas é essencial para manter o faturamento do local. 

Um estoque organizado possibilita essa análise sobre a demanda, de modo que é possível identificar quais itens tem maior saída e, por isso, devem ser comprados em maiores volumes ou em períodos menores. 

03. Otimização dos recursos

Conciliar o caixa da empresa com as várias compras que precisam ser feitas é uma tarefa importante, e que só pode ser realmente aplicada quando há uma verdadeira gestão de estoque. 

O estabelecimento que mantém esse controle sabe o quanto deve gastar e a quantidade de itens que precisa adquirir, de modo que não precisa investir mais do que o necessário para estar sempre abastecido. 

Um controle de estoque também pode ser uma solução para coordenar os produtos com a leitura simples de uma etiquetas adesivas de código de barras, que envia informações ao funcionário, ajudando-o a administrar produtos com data de validade próxima. 

Além disso, possibilita que a administração seja otimizada uma vez que uma armazenagem maior do que o necessário pode comprometer o espaço, exigindo o manuseio constante deste volume, o que nem sempre é um processo adequado. 

04. Integração com a gestão financeira

O departamento financeiro de uma empresa que não tenha acesso ao estoque do local pode ser grandemente prejudicado, pois pode deixar de possuir informações importantes para o planejamento de compras e pagamentos. 

Ao implementar o controle de estoque, esse tipo de dificuldade deixa de existir, integrando as suas áreas de maneira simples e dinâmica.

Como otimizar o controle de estoque da sua empresa

Se você já utiliza uma série de recursos como prateleiras e estantes divididas em setores, ou etiquetas para alimentos com o intuito de priorizar o uso de acordo com a validade, certamente a administração do seu estoque está indo muito bem. 

Mas algumas dicas podem potencializar ainda mais esse cuidado com o armazenamento dos seus produtos, e as principais podem ser vistas a seguir.

Use ferramentas tecnológicas

Utilizar recursos tecnológicos pode ser essencial para uma série de necessidades da empresa, e com a área de armazenagem não seria diferente. 

Por isso, busque soluções como a implementação de um sistema de estoque para o seu negócio, não esquecendo de integrar os setores de logística, administrativos, financeiros e de vendas para terem acesso aos principais dados do software. 

Criar um padrão para a conferência do estoque

Como a conferência de estoque é feita na sua empresa? Se você ainda não tem um processo definido para essa atividade, não deixe de criar um padrão para mensurar e gerenciar adequadamente as suas mercadorias.

Isso pode ser feito sempre ao final do expediente, ou no início do próximo, de modo que se tenha sempre um controle correto dos produtos e dos seus prazos de validade.

Definir os volumes mínimos e máximos de cada produto

Uma companhia pode ter um catálogo de itens de grande extensão, mas isso não significa que a quantidade desses artigos no seu estoque deve ser igual, já que alguns vão vender mais do que outros.

Para que isso não crie um problema de excesso ou de falta de produtos, é importante que se tenha um parâmetro definido, onde se saiba quais são as quantidades máximas e as mínimas que devem ser adquiridas em relação a cada elemento. 

Assim, é possível manter o armazenamento sempre otimizado, garantindo a entrega do que vende mais, sem ter prejuízos com o que vende menos. 

Organizar o inventário

Qualquer empresa deve ter o controle do seu inventário, conhecendo cada um dos seus bens, o que inclui, necessariamente, o estoque do estabelecimento. 

Ter um documento onde constam a entrada e a saída dos produtos auxilia no gerenciamento das movimentações, além de contribuir com a fiscalização interna do seu negócio.

Considerações finais

Ter um controle de estoque se torna cada vez mais essencial para as empresas, contribuindo não apenas para evitar prejuízos com a perda de produtos, mas também para que se possa organizar as estratégias de divulgação e venda dos itens. 

Tudo isso passa por um processo completo, que vai desde a armazenagem correta das mercadorias até o gerenciamento de prazos de validade, e também passa pelo conhecimento sobre o volume de produtos existentes na empresa. 

Justamente por isso, é essencial administrar o estoque do estabelecimento, possibilitando que o negócio possa otimizar a sua gestão e faturar mais de modo organizado.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

Ainda não usa o GrandChef? Teste grátis por 30 dias!
Baixar agora
%d blogueiros gostam disto: