Por que você não deve usar o iFood na mesa?

Muitos restaurantes estão em processo de reabertura e o iFood com o intuito de solucionar os problemas com segurança lançou o iFood na mesa.

Um serviço que possibilita que o cliente faça pedidos pelo aplicativo dentro do restaurante. Mas ele realmente é a opção mais viável para seu negócio?

Por mais que, o iFood na mesa pareça uma ótima opção, ele pode desvalorizar sua marca além de te render taxas desnecessárias.

Afinal, nem sempre as alternativas mais lucrativas para seu negócio são as que aparentam ser mais fáceis e viáveis.

Continue lendo para entender como o iFood na mesa não é a melhor opção para seu restaurante.

Desvantagens de usar o iFood na mesa

Sabemos que o iFood é um dos sistemas de aplicativo delivery mais utilizados no país e tem um grande nome no mercado.

Mas toda essa grandiosidade do aplicativo pode não ser a melhor solução para você.

Por exemplo, o iFood na mesa, veio para facilitar a vida dos donos de restaurantes. Dando a possibilidade de utilizar o cardápio por QR code na mesa do próprio iFood em seu restaurante.

Entretanto, no momento em que você disponibiliza o cardápio do seu negócio por meio do iFood na mesa em seu restaurante. Você passa a desvalorizar seu próprio serviço e chega a ficar dependendo de outra empresa.

Um outro agravante são as taxas de serviço cobradas.

O iFood na mesa irá lhe custar uma boa taxa a cada pedido feito por ele, mesmo sendo feito, de dentro de seu restaurante.

Nesse sentido, o seu cliente irá a seu restaurante, comprar algo de seu cardápio por meio do iFood. Até esse momento parece uma alternativa boa.

Porém, cada pedido feito por o QR code do iFood lhe custara cerca de 3%, mais uma taxa de transição.

Somando isso em todos os pedidos, ao final do dia e do mês te trará uma boa taxa de gastos desnecessários e prejuízo.

Sendo assim, você pode criar seu próprio cardápio por QR code sem praticamente custos nenhum através de links pela internet, que podem ser encontrados em uma rápida pesquisa no Google.

Ou até utilizar de algum sistema como o GrandChef, por exemplo, um sistema de gestão completo tendo cardápio digital, comanda eletrônica e cardápio por QR code na mesa.

Veja como funciona de forma simples o QR code na mesa do GrandChef:

Logo, a utilização do serviço do iFood já não parece a melhor escolha a se fazer.

Falhas de conexão

Por ser um aplicativo totalmente dependente de conexão com a internet, se a conexão não for boa, atrapalhará na funcionalidade do aplicativo.

Recentemente vem havendo muitas reclamações sobre funcionamento do aplicativo do iFood, vindo a ter muitas falhas na página . Causando muitos transtornos que podem vir a gerar problemas a donos de restaurantes que utilizem do iFood na mesa.

Se o aplicativo não funcionar com um cliente que o está utilizando dentro de seu restaurante pode vir a trazer problemas para você.

Do mesmo modo, nos últimos anos as reclamações de erros de pedidos e cobranças do iFood cresceram drasticamente.

Ou seja, ao utilizar do iFood na mesa em seu restaurante você pode vir a gerar problemas excessivos para você.

Da mesma forma que resolver os problemas de um aplicativo que não pertence a você é muito mais trabalhoso e em muitos casos não trás solução.

Assim, criar seu próprio cardápio por QR code e não depender do iFood na mesa é muito mais comodo a você.

Invista em seu próprio delivery

Outro ramo em que o iFood domina é o de delivery de comida, mas esse também proporciona algumas taxas a mais ao dono do restaurante.

Por ser uma marca já famosa e muito utilizada é comum achar que seu negócio só tende a decolar se aliando a ele, porém nem sempre é bem assim.

Além de seu restaurante, inúmeros outros estabelecimentos irão estar disputando espaço na plataforma com você, aumentando muito a sua concorrência em um só lugar.

Assim como, os clientes costumam fazer seus pedidos em restaurantes que aparecem no topo do aplicativo. E nunca é garantia de que o seu estará junto desses.

Além disso, você irá ficar dependente de terceiros, tendo mais dificuldade de gerenciamento a cada modificação que quiser fazer, desde pratos até aos preços.

Outro agravante são as altas taxas que são cobradas a cada pedido pelo aplicativo, assim como as do iFood na mesa.

Por mais que você não pague para ser inserido no aplicativo, você acaba pagando uma taxa de 10% a 15% a cada pedido feito por lá, além de um valor mensal.

Logo, compensa muito mais você investir em seu delivery próprio, ficando livre das altas taxas e de ampla concorrência.

O GrandChef é uma solução inteligente para o seu negócio, contando com um sistema de gestão completo especializado no ramo alimentício.

E para o caso de você que trabalha com entregas de comida e quer investir ou melhorar seu delivery próprio, sugerimos o GrandChef Delivery 2.0.

Aonde você irá contar com as melhores funcionalidades para facilitar e deixar seu sistema de entregas mais práticos, contando com:

  • Site próprio;
  • Sem comissões por vendas;
  • Fotos e descrição do produto;
  • Login com Facebook e Google;
  • Avaliações;
  • Cupom de Descontos;
  • Controle de Caixa;
  • Controle de Estoque
  • Pagamento Online.

Logo, priorize um sistema de qualidade com preço acessível, evitando erros e falhas que podem prejudicar a funcionalidade de seu restaurante.

Deixe uma resposta

Ainda não usa o GrandChef? Teste grátis por 30 dias!
Baixar agora
%d blogueiros gostam disto: