fbpx

7 Dicas Para Lucrar com Rodízio Japonês

Rodízio japonês é sempre uma boa forma de lucrar e atrair clientes.

Então, para pessoas que querem e já investem em comida japonesa essa é uma ótima opção. 

Apesar de ser uma comida relativamente cara para produzir, a saída é grande e os clientes costumam comer em grandes quantidades. 

São temakis, sushis, pratos quentes como: yakissoba, guioza e mais uma infinidade de variedades. Que são muito pedidos e adorados pelo público. 

Portanto, com um cardápio variado e comida para todos os gostos, com certeza seu rodízio japonês fará sucesso. 

Afinal, rodízios são sucesso e atraem grande público em inúmeros tipos de estabelecimentos, como nas churrascarias e restaurantes. 

Dessa forma, você consegue lucrar bastante em cima, promovendo rodízio das comidas, bebidas, ou até montando algumas promoções de incentivo. 

O público gosta dessas coisas, um bom rodízio, com boa bebida em um lugar legal para conversar e descontrair com amigos e família. 

Por isso, neste artigo separamos algumas dicas de como lucrar com um rodízio japonês em seu restaurante.

1. Tenha atendimento capacitado e treinado para isso

Quando seu rodízio aborda comidas e bebidas, o cliente vai chegar e esperar por algo. 

Assim, sua equipe tem de ser instruída e treinada, para não deixá-los esperando. Não demorando muito para atender-los, conversar, oferecer uma bebida e ver o que gostariam para o momento. 

Os alimentos para um rodízio japonês podem demorar um pouco até ficarem prontos e começarem a vir em grandes quantidades. Por isso, é o bom atendimento e atenção que garantirá o cliente esperar de bom grado. 

Assim, a dica é enquanto a primeira rodada do rodízio é preparada, os seus garçons devem anotar pedidos de bebidas, certificar-se se está tudo bem e serem cordiais.

rodízio japonês

2. Deixe entradas e alguns alimentos prontos

Pratos japoneses são frescos, por isso, precisam ser preparados na hora e isso em alguns casos resulta em demoras.

Porém, processos como algumas entradas mais simples podem ser deixadas prontas para haver o que servir quando o cliente chegar. 

Além disso, mesmo sendo comidas frescas, algumas partes dos processos podem ser deixados prontos, cortar as verduras, peixes e frutos do mar.

Assim, dá aquela agilizada na hora da montagem e preparo. 

Dessa forma, tenha um bom sushiman que consiga caprichar nos preparos e garantir que os clientes tenham algo de gostoso para comer enquanto esperam os pratos que estão sendo preparados.

3. Escolha os profissionais certos para o negócio

Para que seu rodízio japonês seja reconhecido e atinja as expectativas do público alvo não basta apenas ter profissionais bons, eles tem que dar conta do trabalho também. 

Dá para imaginar como não deve ser fácil, trabalhar com a alta demanda de um rodízio e ainda manter a qualidade dos produtos. 

Por isso, os profissionais para a cozinha contratados devem ser muito capacitados, saberem propor o melhor e em pouco tempo. 

Seu sushiman deve ter experiência no mercado e saber manejar os ingredientes perfeitamente, afinal qualquer erro pode resultar em desastre. 

Então, seja criterioso na escolha de seu pessoal, e não só na cozinha, os garçons, pessoal da limpeza também precisam ser bons. Todos eles representaram a cara de sua empresa.

4. Evite desorganização

Em um rodízio japonês, é comum as mesas irem recebendo vários pratos e travessas, com a variedade de comidas servidas.

E para que nada sair do controle precisa de organização, os garçons devem estar bem orientados para cada um cuidar de uma área e não tirar nada do controle.

Por mais que na maioria dos casos seja para ajudar, se um colega passa e retira os pratos da mesa de outro, pode causar bagunça para as próximas entregas. 

Agilidade deve ser uma característica de seus garçons, porém, nunca passar a frente de outro colega, pois quem sai perdendo é o restaurante ai. 

Dessa forma, tenha tudo organizado nos processo tanto dentro como fora da cozinha.

Certifique-se de que todo mundo sabe quais são suas funções e consiga realizá-las.

rodízio japonês

5. Aposte em temakis

O preparo dos temakis são simples e rápidos, por isso ele é uma ótima ideia para o rodízio.

Com o salmão ou outro peixe, já batido ou cortado, deixado pronto em um refrigerador, o processo de montagem é bem rápido. 

Dessa forma, é só o sushiman montar na alga com o arroz e o peixe, enrolar e está pronto. 

Uma leva de comidas sai bem rápido, agrada os clientes e ainda tem um custo relativamente barato de preparo. 

Portanto, são perfeitos para o começo do rodízio japonês, e inclusive indicamos que tenha alguns funcionários apenas responsáveis por eles atendendo as demandas conforme a chegada.

6. Pense em opções para quem não é fã da comida crua

Um grande erro dos restaurantes japoneses é não disponibilizarem pratos quentes. Muitas pessoas gostam da culinária oriental, que não seja fria. 

Sempre pode acontecer de ir um acompanhante que não gostou muito de sushi, mas, ainda assim quer comer algo. 

Sendo assim, é possível oferecer pratos quentes, sem fugir da culinária japonesa, atendendo a todo tipo de público. 

Dessa forma, pense nos bolinhos, nas comidas tradicionais que sejam cozidas ou até adapte alguns pratos fazendo criações originais. O importante é se adaptar às necessidades de todos e garantir um público bem fiel.

7. Tenha um sistema especializado em restaurante japonês

Última dica mas nem um pouco menos importante: tenha um sistema especializado em restaurante japonês, para automatizar processos e fazer seu rodízio um sucesso.

Dessa forma, um sistema como o GrandChef consegue garantir sua otimização e controle de tudo que precisa. 

Assim, evita erros e seu rodízio se torna facilitado na hora da cobrança, passar pedidos a cozinha, atendimento ao cliente, controle de estoque, e demais áreas. 

O GrandChef tem especialidade em estabelecimentos gastronômicos, sendo a melhor solução quando se trata de controle de gestão. 

Oferece funcionalidades para alavancar suas vendas, como:

  • Comanda eletrônica;
  • Cardápio digital;
  • Delivery online;
  • Controle de fluxo de caixa;
  • Controle de estoque;
  • Sistema PDV;
  • Backup em Nuvem;
  • E muito mais.

Então, esta esperando o que? Adquira agora uma solução tecnológica que vai deixar seu restaurante automatizado, acabar com falhas e te propor controle de tudo.

Então, baixe o GrandChef agora gratuitamente e comprove as maravilhas que ele traz a gestão.

rodízio japonês

Descubra como é ter seu restaurante na palma de sua mão, de onde estiver, em uma gestão integrada que centraliza tudo em um único local.

Julianna Giacobbo

Formada em letras pela UNESPAR, apaixonada por livros, café e escrita. Redatora no Sistema GrandChef, buscando sempre trazer conteúdos relevantes a donos de bares, restaurantes e similares. Aspirante a escritora, sempre disposta a aprender coisas novas.

Deixe uma resposta

Separamos as melhores dicas para você

Preencha e receba dicas de empreendedorismo, gestão financeira, estoque, tecnologia e muito mais para poupar dinheiro e triplicar as vendas.

%d blogueiros gostam disto: